Terça-feira, 26 de Dezembro de 2006

Daquilo Que Eu Sei

 
Daquilo Que Eu Sei



Daquilo que eu sei
Nem tudo me deu clareza
Nem tudo foi permitido
Nem tudo me deu certeza

Daquilo que eu sei
Nem tudo foi proibido
Nem tudo me foi possível
Nem tudo foi concebido

Não fechei os olhos
Não tapei os ouvidos
Cheirei, toquei, provei
Ah! Eu usei todos os sentidos

Só não lavei as mãos
E é por isso que eu me sinto

Cada vez mais limpo
Cada vez mais limpo
Cada vez mais limpo


crisgamboa às 07:00
link do post | comentar | favorito
|

.

.

. Oração das mulheres resol...

. Sua Amizade è Muito Valid...

. Atendimento ao cliente

. tente fazer alguem feliz

. Sua amizade para mim....

. certas pessoas....

. Piada Curta

. Discurso

. O menino João - japonês ...

. Numa Barbearia Em Londres

.

 

.

. todas as tags

Divulgue seu blog!
Informe o código: 210
Faça pontos, ganhe brindes

.

. participe neste blog

Hospedagem de Sites
Contador de visitas grátis
Estou no Blog.com.pt

.

Divulgue o seu blog!

.links

.subscrever feeds