Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Confusão

E existe uma confusão de sentimentos no meio do meu peito Às vezes acho que falar pode amenizar Outras acho que o silêncio poderia me explicar algo, mas não pode Às vezes acho que o vento poderia levar embora Às vezes acho que me recolher faria tudo isso mudar... e existe uma confusão de sentimentos no meio do meu peito E penso que não posso fazer nada , só senti-los Às vezes acho que alguns deles retornam com força Às vezes acho que outros morrem para nascer novos sentimentos Às vezes acho que novos sentimentos atordoam-me Às vezes acho que antigos angustiam-me Às vezes acho que alguns dão-me paz... e existe uma confusão de sentimentos no meio do meu peito Às vezes acho que a vida é como o mar, tão visível e pálpavel mas não podemos abarcá-lo Às vezes penso que não sei dizer o que é o amor... só sei sentí-lo Às vezes penso que a amizade é como um jardim que devemos cuidar todos os dias, podá-lo, aguar, adubar... às vezes penso que a família é algo como diamante antes de ser descoberto...... e existe uma confusão de sentimentos no meio do meu peito, às vezes acho sentido no nada e às vezes acho nada sem sentido às vezes acho que não sabemos enxergar com os olhos às vezes acho que os dois lados existem sempre e que o ser humano oscila o tempo todo... e existe uma confusão de sentimentos no meio de meu peito que faz eu ser o que sou agora... e me faz enxergar o que antes eu não via que me faz falar o que antes eu não diria, ouvir o que não queria, que me faz sentir o frio e o calor sem reclamar. E que faz-me fechar os olhos para o que não devo ver no momento...... e existe uma confusão de sentimentos no meio do meu peito, desses que é só confusão, nenhuma explicação que me faz ficar longe de tudo e mais perto de mim... às vezes acho que isso é a verdade...... e existe uma confusão de sentimentos no meio do meu peito embora tudo se transforme em algo que nem sei ainda o que é... só sei do aperto que me dá, do sabor da inércia e do meu olhar que não alcança mais do que a mim mesmo no meio da confusão de sentimentos que existe no meio do meu peito.Uma paz às vezes invande-me ...
sinto-me: Confusa

Cláudia às 11:47
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De conversinhas_da_treta a 16 de Fevereiro de 2008 às 11:55
o teu blog é:

->giro

->giraxo

->lindo

->fascinate

->maravilhoso!

->TD

XAu

:-X :-D

paxa no meu e komenta ok'





De anónimo a 18 de Fevereiro de 2008 às 13:16
eta confusão braba


Comentar post

.

.

. Oração das mulheres resol...

. Sua Amizade è Muito Valid...

. Atendimento ao cliente

. tente fazer alguem feliz

. Sua amizade para mim....

. certas pessoas....

. Piada Curta

. Discurso

. O menino João - japonês ...

. Numa Barbearia Em Londres

.

 

.

. todas as tags

Divulgue seu blog!
Informe o código: 210
Faça pontos, ganhe brindes

.

. participe neste blog

Hospedagem de Sites
Contador de visitas grátis
Estou no Blog.com.pt

.

Divulgue o seu blog!

.links

.subscrever feeds